Tudo o que precisa de saber sobre o pós-operatório de Mamoplastia de Aumento

Reuni as dúvidas mais comuns e os cuidados mais importantes a ter no pós-operatório de uma mamoplastia de aumento, tudo num único artigo!
Se antes da cirurgia já tem muitas dúvidas, acredite que depois ainda terá mais e, por isso, espero que este artigo lhe seja muito útil.


- Nos primeiros dias vai sentir dor e desconforto, sobretudo se a prótese foi colocada no plano submuscular. Essa dor é normal e consegue ser controlada com a medicação que o seu cirurgião plástico lhe irá prescrever. O desconforto também irá passar, sobretudo quando iniciar as sessões de Fisioterapia Dermatofuncional.

- Caso a dor comece a abranger o braço e se notar que uma das mamas teve um rápido e grande aumento de volume, se sentir dificuldades em respirar ou se sentir muito cansaço sem razão aparente, estes são sinais de ALERTA! Deve contactar de imediato o seu cirurgião plástico.

- Deve iniciar as sessões de Fisioterapia Dermatofuncional especializada no pós-operatório o mais precocemente possível (de forma geral, os nossos pacientes iniciam 3 dias após a cirurgia).
Quanto mais cedo iniciar, mais rapidamente irá recuperar e se voltará a sentir confiante.

- É OBRIGATÓRIO dormir de barriga para cima, pelo menos durante o 1º mês, idealmente 45 dias, para que os tecidos cicatrizem e as próteses se "estabilizem" de forma simétrica. (Já reparou que ao se deitar sobre o lado esquerdo do seu corpo, a mama direita move-se para o centro do peito? Se no seu pós-operatório passar bastante tempo nessa postura, maior será a probabilidade de os tecidos cicatrizarem e estabilizarem a prótese nessa posição.)

- Durante a primeira semana deverá dormir com o tronco mais elevado, numa posição mais "sentada", para reduzir a retenção de líquidos na zona superior do peito.

- Deve utilizar o soutien compressivo durante, pelo menos, 1 mês. Às nossas pacientes poderei sugerir que aumentem o período de utilização do soutien, sobretudo à noite, se se justificar e for benéfico na sua situação.
Sei que numa fase inicial pode ser desconfortável, mas acredite que a pressão que ele realiza ajuda a controlar o edema ("inchaço"), facilita o processo de cicatrização e estabiliza as próteses no local onde elas devem ficar.

- Deve utilizar a faixa compressiva peitoral durante os primeiros 15 dias de pós-operatório, para estabilizar as próteses, impedindo que elas subam por ação do músculo peitoral quando realiza movimentos com o braço. A faixa compressiva ajuda a que no futuro as suas “maminhas” tenham um aspeto mais anatómico/fisiológico.
No caso de a prótese estar colocada num plano submuscular ou dualplane, esta faixa tem um papel ainda mais importante.

- Deve manter as roupas compressivas higienizadas. Para saber como deve lavar a sua roupa compressiva, clique aqui.

- Deve restringir o movimento dos braços no 1º mês de pós-operatório de mamoplastia de aumento.
Deve evitar movimentos bruscos e elevar os braços acima da linha do ombro (90º entre o braço e o tronco), para que os músculos peitorais não contraiam demasiado e não alterem a posição da prótese durante o período de cicatrização, nem “alarguem” as cicatrizes.

- Deve evitar conduzir nos 15 dias após a cirurgia;

- Deve evitar a atividade física nos 15 dias após a mamoplastia de aumento, exceto pequenas caminhadas.
Após os 15 dias pode iniciar gradualmente caminhadas mais longas (não corrida!) e os exercícios de membros inferiores. Os exercícios que envolvam pesos nos membros superiores só devem ser retomados 60 a 90 dias após a cirurgia (dependendo do plano em que foi colocado o implante), respeitando sempre a dor e o desconforto.

- Deve desinfetar a ferida cirúrgica 3 vezes por dia, sobretudo na fase em que ainda tem pontos, “adesivos” ou cola.

- NÃO DEVE utilizar soutien push up no 1º ano de pós-operatório.
Após o 1º ano poderá utilizar ocasionalmente e por curtos períodos de tempo, caso a sua prótese seja redonda, mas unicamente após autorização médica.
Desaconselho, pois considero completamente contraindicada, a utilização de push up caso o seu implante mamário seja em formato anatómico (em “gota”).

Se gostava de saber mais sobre OS CUIDADOS A TER EM CASA NO SEU PÓS-OPERATÓRIO, clique aqui.



Espero que este artigo sirva de guia orientador e lhe seja útil na sua recuperação!

Elisa Quintela
Fisioterapeuta Dermatofuncional Especialista em Pós-operatório de Cirurgia Plástica