A blefaroplastia é a técnica cirúrgica que consiste em remover o excesso de pele nas pálpebras e as bolsas de gordura à volta dos olhos, corrigindo o olhar “descaído” e cansado, bem como os papos dos olhos.

Mas desengane-se quem pensa que esta cirurgia é puramente estética! O excesso de pele da pálpebra superior pode interferir com a visão e a “flacidez” da pálpebra inferior expõe demasiado o olho, podendo interferir com a sua lubrificação.

Estima-se que, neste momento, esta seja a 3ª cirurgia plástica mais procurada do mundo. É uma cirurgia cujas cicatrizes são bastante discretas, pois estão “escondidas” em linhas naturais. Na blefaroplastia superior, a cicatriz encontra-se na zona mais interna do arco do olho ("côncavo do olho"), podendo estender-se para a zona lateral, no percurso de uma rídula do canto do olho. Na blefaroplastia inferior, a cicatriz está localizada por baixo das pestanas. 


Como qualquer cirurgia plástica, esta também tem CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIOS FUNDAMENTAIS!

–  Descanse na 1ª semana de pós-operatório. Evite esforços;
–  Descanse com a cabeça mais elevada que o corpo, para ajudar a reduzir o edema;
–  Pode aplicar compressas frias nas primeiras 72 horas de pós-operatório, evitando a zona da cicatriz;
–  Não “esforce” muito os olhos com leitura, a ver televisão ou no computador. Os seus olhos irão ficar mais desidratados e desconfortáveis;
–  Utilize pomadas, colírios ou lubrificantes oculares unicamente receitados pelo seu médico;
–  Deve hidratar e lavar o olho com soro fisiológico esterilizado;
–  Evite coçar os olhos;
–  Não exponha as cicatrizes ao sol. Utilize óculos de sol e chapéu/boné;
–  Mantenha a sua alimentação equilibrada, beba muita água e não fume. Todos estes fatores interferem na sua cicatrização;
–  Realize sessões de Fisioterapia Dermatofuncional especializada no pós-operatório de cirurgia plástica. Irá notar francas melhorias, tanto no edema, como na qualidade das cicatrizes;
–  Assim que lhe seja permitido, utilize cosméticos adequados às necessidades da sua pele do contorno dos olhos. A blefaroplastia dá excelentes resultados, mas não elimina as rugas “pés de galinha” dos cantos dos olhos, assim como não corrige as olheiras escuras, nem os papos da retenção de líquidos.


    Espero que este artigo o(a) tenha ajudado a esclarecer todas as suas dúvidas sobre o pós-operatório de blefaroplastia!

    Caso tenha mais dúvidas, não hesite em contactar-me! Aguardo a sua visita na Fisiclinic. :)

    Elisa Quintela
    Fisioterapeuta Dermatofuncional Especialista em Pós-operatório de Cirurgia Plástica